CONIC: Projetos de alunos de Educação Física se voltam para o idoso - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • ACESSIBILIDADE:
  • Aumentar Fonte
  • Tamanho original
  • Diminuir Fonte
  • Contraste

07.11.2018

CONIC: Projetos de alunos de Educação Física se voltam para o idoso

A educação física é, antes de tudo, saúde. Na última edição do Congresso de Iniciação Científica, o XVIII CONIC, a quantidade de trabalhos apresentados, na categoria banners, abordando a necessidade e os benefícios da prática de atividades físicas, em especial, para o público idoso, chamou a atenção.

No Brasil, vem crescendo, significativamente, o número de pessoas idosas. Hoje já são cerca de 38 milhões. Além de viver mais estamos vivendo melhor. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil, em 2016, tinha a quinta maior população idosa do mundo, e, em 2030, o número de idosos ultrapassará o total de crianças entre zero e 14 anos.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o número de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a 2 bilhões até 2050,  o que deverá representar um quinto da população mundial. Fatores como alimentação saudável, a prática de atividades físicas, entre outros, contribuem diretamente para longevidade.

Atividade física é um dos fatores que mais influenciam na qualidade de vida, afinal, praticados de forma correta e regular, os exercícios físicos resultam em benefícios físicos, emocionais e sociais do indivíduo. 

Entretanto, a escolha da atividade física deve ser criteriosa, pois o organismo de pessoas idosas responde de forma diferente. A partir disso, entende-se a importância dos estudos científicos para conhecer e obter os resultados desejados relacionados à saúde e, por conseguinte, a qualidade de vida.

Confira aqui os trabalhos com abordagem sobre a prática de atividades físicas na saúde do idoso


SIM, OBRIGADO!