Egressas de Fisioterapia têm trabalho publicado em periódico científico brasileiro - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • ACESSIBILIDADE:
  • Aumentar Fonte
  • Tamanho original
  • Diminuir Fonte
  • Contraste

11.07.2019

Egressas de Fisioterapia têm trabalho publicado em periódico científico brasileiro

A extensão universitária é um dos principais pilares para a formação profissional dos estudantes, é a partir dela que eles poderão ter experiências e vivências de campo em suas áreas. Um aprendizado imprescindível diante dos conteúdos teóricos estudados, além de aguçar o olhar crítico para o surgimento de novas linhas de pesquisa acadêmica. E é isso que vemos aqui no UNI-RN, nossos egressos publicando pesquisas feitas na instituição em renomados periódicos científicos.

As egressas do curso de Fisioterapia, Brenda Karoline e Maria Clara, durante a graduação participaram do Projeto de Extensão em Estimulação Precoce (PROEESP) em crianças com microcefalia proveniente do zika vírus. Coordenado pela professora doutora Carla Ismirna e pela professora Kaline Dantas, o projeto atende cerca de 30 crianças nas Clínicas Integradas do UNI-RN. 

Foi a partir dessa vivência que Brenda e Maria Clara, junto com outras alunas (Ana Karolina de psicologia, Jardênia Figueiredo e Mirela Anjos também da fisioterapia), resolveram fazer uma pesquisa para investigar de que maneira as genitoras de crianças com microcefalia por zica vírus são impactadas pelo diagnóstico de seus filhos. O trabalho foi apresentado no 9° Congresso Internacional de Fisioterapia em 2017 e foi bastante elogiado pela banca avaliadora.

Brenda e Maria Clara decidiram aprofundar ainda mais a pesquisa tornando-a o Trabalho de Conclusão de Curso das duas. O trabalho final, intitulado como “Impacto emocional e qualidade de vida das genitoras de crianças com diagnóstico de síndrome congênita do zika vírus no RN”, foi apresentado e aprovado. Em seguida elas submeteram na Revista Brasileira de Saúde Materno-Infantil em novembro de 2018, recebendo a carta de aceite em junho deste ano.

“Estamos muito felizes com essa notícia, haja vista a importância desse estudo no âmbito social, pois ainda não há publicações envolvendo essa temática em específico, apenas sobre o impacto em outras patologias. Além disso, a Revista Brasileira de Saúde Materno-Infantil é um periódico renomado e de grande veiculação no meio científico”, explicam as egressas.

O curso de Fisioterapia do UNI-RN está com vagas abertas! Acesse www.unirn.edu.br/vestibular  e conheça as nossas formas de ingresso. 

SIM, OBRIGADO!