Mídia e júri é tema do evento de lançamento do Tribunal do Júri UNI-RN - Centro Universitário do Rio Grande do Norte - UNI-RN
  • ACESSIBILIDADE:
  • Aumentar Fonte
  • Tamanho original
  • Diminuir Fonte
  • Contraste

21.09.2018

Mídia e júri é tema do evento de lançamento do Tribunal do Júri UNI-RN

A imprensa brasileira já veiculou diversos casos penais que causaram comoção na sociedade, como o caso  Richthofen, que se deu pelo homicídio, a consequente investigação e o julgamento das mortes de Manfred e Marísia von Richthofen, casal assassinado pelos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos a mando da filha Suzane von Richthofen. O julgamento durou cinco dias e teve a participação de grandes juristas do país. 

A acusação e defesa do caso Richthofen estiveram frente a frente novamente, mas desta vez foi no evento de lançamento do projeto Tribunal do Júri do UNI-RN, na noite dessa quinta-feira (20), no auditório do Imirá Plaza Hotel. Para uma plateia cheia, a assistente de defesa, Eleonora Nacif, trouxe o tema "Midia e júri" citando casos famosos que repercutiram na imprensa nacional e seus desmembramentos diante da lei. Em seguida tomou a palavra o promotor de acusação, Roberto Tardelli, para fechar as atividades da noite. 

O projeto Tribunal do Júri é simulado nesta sexta-feira (21) no Fórum Miguel Seabra Fagundes. O caso escolhido para a edição deste ano é o da fisiculturista assassinada em um quarto de hotel em Natal no final de 2012. 

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS 

Entenda o projeto

Na prática, o objetivo central do projeto é aperfeiçoar a oratória e proporcionar aos discentes uma experiência mais próxima da realidade do que venha a ser o júri popular. Além disso, o Projeto estimula nos discentes o estudo do Direito Penal e do Direito Processual Penal de uma forma dinâmica, levando seus conhecimentos jurídicos para dentro da simulação, contribuindo para a argumentação jurídica.

A simulação ocorre dentro do plenário do Fórum com duas equipes, que atuam de forma antagônica, e, ambas contam com a presença de um professor-orientador que faz a assistência de toda a pauta a ser discutida até o dia da simulação. Durante o evento, sete jurados decidem qual das equipes foi mais convincente em seu poder de argumentação. Os jurados são escolhidos dentre a plateia. A votação dos escolhidos é feita dentro de uma sala antes do início da simulação.

O projeto é coordenado pelo professor Rasland Luna e organizado inteiramente pelos alunos com o apoio do corpo docente e administrativo do UNI-RN.

Saiba mais sobre o curso de Direito do UNI-RN aqui!

SIM, OBRIGADO!